Empress Ki

“Quantas são
As dores e alegrias de uma vida
Jogadas na explosão de tantas vidas
Vezes tudo que não cabe no querer?”

Antes mesmo de terminar, Empress Ki já havia entrado pra minha lista de dramas favoritos. São 51 episódios de 1 hora cada e mesmo assim eu queria mais! Muito mais.

Cada pedacinho meu transbordou de emoção por esse drama. Eu ia da alegria à raiva, da raiva ao choro e do choro à angústia em questão de minutos. Esses personagens maravilhoso me fizeram sentir demais. Sentir em excesso. E eu amei cada um deles, assim como os odiei em alguns episódios e voltei a amá-los depois (menos o Peha, ele foi só amor).

OBS:post CONTÉM SPOILERS. Desculpem, mas eu não tinha como falar de um drama tão longo e complexo como esse sem analisar algumas passagens e atitudes dos personagens.

img EMPRESS KI poster
Ficha técnica
Título: Empress Ki
Rede de TV: MBC
Ano de transmissão: 2013 / 2014
Gênero: épico / romance / melodrama
Capítulos: 51
Cast Principal:
Ha Ji Won como Ki Seung Nyang / Imperatriz Ki
Ji Chang Wook como Imperador HuiZhong / Ta Hwan
Joo Jin Mo como Wang Yoo / Rei de Goryeo

.

Sinopse

O drama mostra a trajetória de Ki, uma mulher de Goryeo, que se tornou Imperatriz de Yuan. E revela a relação conturbada entre o rei de Goryeo, seu primeiro amor, e o Imperador HuiZhong, com quem se casou.

VISÃO GERAL 

Empress Ki é enooooorme, tanto em episódios, quanto na quantidade de tramas, sendo assim, vou fazer um resuminho aqui sobre as qualidades e defeitos e depois vou me focar em analisar os personagens principais e o triângulo amoroso. Belê?

Senta que lá vem textão.

A produção é aquela que passa despercebida: tem figurinos lindíssimos, mas a fotografia e as cenas de guerra/luta são apenas ok, não tão ruins a ponto de incomodar, nem tão boas pra chamar a atenção. Como diria Glória Pires: médio, médio. A OST é muito boa, mas em alguns momentos achei desconexa com as cenas e situação. Era algo mais ou menos assim: o Rei lutando e uma música romântica tocando. Talvez tenha alguma explicação artísticas aí, mas eu não consegui encontrar.

img EMPRESS KI 30

As 3 maravilhas de Empress Ki

1- Roteiro

Aaaaah… e que fantástico é o roteiro! SEMPRE há algo acontecendo! Ao mesmo tempo que há uma trama principal, há também diversas subtramas que se desenvolvem concomitantemente. E pra cada subtrama resolvida, surgem mais duas em seu lugar. Você simplesmente não consegue parar de assistir! Tem tretas, reviravoltas, vilão fazendo maldade, protagonista evoluindo, risadas maquiavélicas, vilão que não morre, mocinho que também não, veneno, briga pelo trono, luta de espadas… tudo que um bom sageuk pode nos apresentar!

Mas como nem tudo nesse mundo é perfeito, preciso dizer que os plots que envolviam Wang Yoo sozinho, longe do palácio e dos outros protagonistas, eram bem entediantes. Até consegui entender a importância da guerra com o Turcos e o plot das falsificações. Mas, gente! Precisava demorar e enrolar tanto??? Precisava? Cês juram que precisava? Eu acho que não. Sono, tédio e vontade de ver o Imperador eram os sentimentos que me dominavam em boa parte dessas cenas.

Outro plot que eu fiquei “não entendi muito bem direito” foi a história da maldição. Prometeu mortes, prometeu sangue, prometeu Ki enfrentando o cachorro e pouco aconteceu. A ideia inicial e as possibilidades eram boas, mas a resolução e as consequências foram meio pombo.

2- A atuação do Chang Wook

Esqueçam Healer e K2, o Mozão nasceu pra ser Imperador.

É indiscutível a sua entrega ao papel e o quanto ele parece se sentir à vontade como o Imperador de Yuan (Peha para os íntimos). À medida que o drama avança, o Imperador vai se tornando mais sombrio e nos mostrando outras facetas de sua personalidade. É riso, choro, grito, raiva, tristeza, decepção e desespero, tudo isso em um só personagem! E o Chang Wook consegue não só transmitir isso, como se desloca da comédia pro melodrama facilmente e incrivelmente bem.

3- O trio de protagonistas

Falemos agora da dupla do trio maravilhoso de personagens principais! A história do drama se confunde com a do trio principal, então falar deles é falar do próprio enredo.

Eles se aproximam, se afastam, se ajudam, se atrapalham, crescem, retroagem, lhe fazem chorar, sentir raiva, torcer e sofrer o drama inteiro. Não tem como não amar a relação entre esses três.

Tudo começa com o príncipe de Goryeo (Wang Yoo) procurando uns traficantes de sal. Aí ele acaba conhecendo o Chacal, que na verdade é a Ki e o líder do grupo dos contrabandistas. Conversa vai, conversa vem, cenas de luta, bebedeira, ficam amigos, blá blá blá. E pronto. Já viram o crush um do outro.

Daí começa a melhor parte. O Imperador (Peha, te amo) chega em Goryeo e o Rei e sua guarda precisam protegê-lo. É nesse momento que o triângulo amoroso vai ser formado e os alicerces da relação entre os três serão construídos.

PERSONAGENS

Chacal / Sungyang / Nyang / Lady Ki / Imperatriz Ki

Falar de Empress Ki é falar da vida, de choro, de traumas, de dores, de amores perdidos e da força de uma mulher que busca se sobrepor a isso tudo.

Ki é aquela personagem complexa, que às vezes você ama, às vezes odeia e que não lhe deixa ficar indiferente nunca. Como essa criatura me fez sofrer, gente! Me fez raiva e me fez querer que o Imperador a deixasse. Mas aí poucas cenas depois lá estava eu torcendo por ela e chorando suas dores. Se o meu amor e admiração foi todo direcionado pro Imperador, minha curiosidade e atenção estavam voltadas pras atitudes da Ki, pois eram elas que em geral conduziam a trama.

gif EMPRESS KI 5

Ki teve uma vida difícil! E isso a fez ser dura, independente e determinada. Foi obrigada a abandonar Goryeo e levada a força a Yuan para servir de tributo.

De criada do Palácio, à serva do Imperador, depois concubina e por fim Imperatriz, Ki se torna não apenas fria e obstinada, mas impiedosa e capaz de tudo para alcançar seus objetivos.

Durante sua trajetória, ela se pergunta inúmeras vezes sobre a quem é realmente leal: a Yuan ou Goryeo. Até que Ki percebe que pode ser as duas coisas, uma vez que ela própria já não é apenas uma mulher de Goreyo ou de Yuan, ela é a junção dos dois territórios. Ao mesmo tempo que ela quer ver Yuan próspera, quer proteger Goryeo e evitar que mais pessoas sejam escravizadas. Como disse Dokman: ela é uma pessoa sem pátria e por isso pode ser fiel apenas a si mesma.

gif EMPRESS KI 22

Não foram poucas as vezes em que questionei as atitudes de Ki e me decepcionei com elas. Em muitos momentos eu temia que ela fosse se tornar tão maquiavélica e tirana quanto El Temur ou que machucaria ainda mais o Imperador. Suas motivações eram sempre um enigma pra mim, pois iam mudando de acordo com a situação ou com seu crescimento pessoal. E acompanhar isso tudo foi como acompanhar o próprio drama: nem sempre prazeroso, visto que muitas vezes eu sofri e senti raiva dos acontecimentos, mas ainda assim maravilhoso e impressionante. Ki pode não ser a protagonista com as atitudes mais louváveis de todas, porém é inegável a sua força, importância e complexidade.

Imperador Hui Zhong (Peha) / Ta Hwan 

Aaaaaaaah! Como eu amei esse personagem! ❤

Ao mesmo tempo que Empress Ki traz a protagonista mais fodástica de todos os tempos, ele também nos presenteia com o Imperador mais fofo.

Na época, o Imperador era alguém escolhido por Deus para proteger o povo, seu poder era quase divino e por isso seus súditos lhe deviam devoção total. Então chega Ta Hwan e reverte toda essa relação. Ao invés de receber devoção, o Peha de Empress Ki se devota complemente a uma mulher, que não é grata o suficiente e o machuca infinitas vezes. Tem como não se apaixonar por ele? Não tem!

Inicialmente Ta Hwan definitivamente não é o que se imagina de um Imperador. Mimado, egoísta, fraco, medroso e inseguro, ele é uma criança no corpo de um adulto. E se em outros personagens eu facilmente acharia essas características irritantes, Ta Hwan era tão sensível, solitário, carente e vulnerável, que fui cativada de imediato.

Além disso, o que torna o personagem ainda melhor, é a sua evolução. Ao final do drama, Peha não lembra em nada o príncipe infantil do começo. E é isso que o faz ser tão fascinante. Ele não apareceu “pronto” pra gente, nós o vimos crescer e pudemos entender cada uma de suas atitudes.

É muito nenénzinho! *__*

Enquanto Ki progride em um emaranhado de idas e vindas, em que hora é movida pela vingança, ora pelo seu povo, novamente por vingança e depois pra proteger aqueles que ama. O Imperador está sempre crescendo com duas únicas motivações: ser um governante melhor e proteger e defender Nyang.

Ao longo da trama, Peha conquista sua posição de Imperador, não apenas por que é seu direito, mas por que adquire confiança e maturidade para participar e interferir nas questões políticas.

E, como o poder sempre cobra seu preço, ele além de mais forte, vira paranóico, vingativo e cheio de traumas. A cada dois passos que Peha dá em direção a sua autonomia, volta um em insegurança e desconfiança. Ainda assim, o Imperador chega ao episódio final como o personagem que teve a maior evolução e crescimento (e o que foi mais injustiçado, quero frisar u.u).

Agora… pra fazer vocês se apaixonarem pelo Imperador, montei uma listinha de algumas das fofuras dele. Aproveitem!

❤ Quando o Wang Yoo volta pro Palácio e a Ki pede ao Imperador para conversar sozinha com o Rei e o Peha, mesmo enciumado, permite.

❤ Quando ele ainda está fraco de veneno, mas vai ao salão principal se forçando a aparentar estar saudável para impedir que Ki seja acusada.

❤ Quando ele recebe mais uma carta de amor de Wang Yoo para Ki (foram 5 anos disso!) e após queimá-la apenas abraça Ki e pede que ela fique naquela posição por alguns minutos.

❤ Quando ele viu o tesouro de El Temur no baú de Ki e então disse a ela baixinho para esconder aquilo rapidamente e falou para as outras pessoas que não tinha nada no baú.

❤ Quando ele descobre o segredo da Ki e não a confronta ou a culpa, mas sim entende a dor que ela deve ter sentido e ajuda a escondê-lo.

❤ Todas as inúmeras vezes em que Ki o machucou e escondeu algo dele e ele magoado disse que seria a última vez que iria perdoa-la.

❤ TODO o episódio final.

 

Wang Yoo / Rei de Goryeo

Ele gosta da Ki, mas o destino afasta os dois, aí ele passa o drama com cara de quem tá chupando limão e ajudando-a escondido. Pronto. Cabô. Próximo tópico!

Enquanto o Imperador representa Yuan, Wang Yoo simboliza Goreyo. É o primeiro amor da protagonista e tem todas as características do governante e amante perfeito. Mas… assim como Goryeo não foi capaz de proteger Ki e ela precisou sair de lá, o Rei não conseguiu preservar Ki e o relacionamento dos dois.

Assim como os demais protagonistas, o Rei também vai se transformando ao longo do drama. Nos episódios iniciais, quando ainda está procurando pelos traficantes de sal, Wang Yoo é mais brincalhão, gosta de beber, de apreciar música, de festejar com seus homens e ainda não é alguém que inspira tanta liderança.

Com a resolução do problema dos traficantes, o Rei já fica mais maduro. Mas é com a chegada do Imperador e a responsabilidade de protegê-lo que ele abandona de vez seu lado brincalhão. E é com a ida para a fronteira que ele atinge o seu ápice de seriedade. A partir daquele momento, houve pouca transformação e, quando houve, foram sempre na mesma direção: tornar-se cada vez mais sisudo.

img EMPRESS KI 134

Apesar de, se comparado ao Imperador, ele enquadrar-se melhor no estereótipo de mocinho: corajoso, honrado, leal ao seu povo, bom lutador e bom estrategista, pra mim, ele foi de longe o personagem mais entediante dos três. Em alguns momentos quando ele tinha seu plot independente dos demais protas, eu ficava quase dormindo.

É verdade que o próprio personagem não é tão profundo quanto o Imperador e a Ki. Esses dois estão em constante transformação, já o Rei parece que se modifica e depois estagna. Mas, acima de tudo, acho que o ator não conseguiu passar a mesma carga dramática dos outros dois. Enquanto Ha Ji Won interpretou uma Ki que demonstrava diversas emoções apenas com o olhar e Chang Wook deu vida a um Imperador incrivelmente carismático e charmoso, Joo Jin Mo congelou na cara de paisagem e criou o Rei mais sem graça de Yuan e Goryeo juntos.

img EMPRESS KI 43
Sou muito expressivo, gente

Eu entendi que ele quis transmitir a falta de emoção do Rei depois de ser traído por Yuan, perder o trono e a amada. Mas… olha, mirou na profundidade emocional e acertou na escultura de pedra! Mesmo com um personagem frio, um ator precisa passar alguma emoção, nem que seja a própria frieza do personagem. O problema é que Joo Jin Mo achou que transmitir frieza e atuar sem mexer o rosto são a mesma coisa. Enquanto a Ki, em seus momentos impassíveis, transmitia essa insensibilidade por meio do olhar. Joo Jin Mo parecia mais que estava fazendo ventriloquismo, mexendo apenas o canto da boca e congelando todo o resto do rosto.

img EMPRESS KI 45

El Temur

O grande vilão da trama! É o regente de Yuan e tem dinheiro, homens e apoio político, por isso usa o Imperador como fantoche pra governar. Ele me dava raiva, admiração, raiva de novo, medo, mais raiva e eu já disse raiva?

img EMPRESS KI 9

Tanahsiri (Primeira esposa do Imperador)

Eu simplesmente AMEI odiar essa criatura. Tanahsiri é filha de El Temur e foi a primeira esposa do Imperador, com quem se casou para que o pai continuasse expandido o seu poder. Antes mesmo de chegar ao palácio sua fama de temperamental e geniosa já havia se espalhado. E assim Tanahsiri permaneceu até o final.

À medida que ia se envolvendo em tramas mais complicadas, pior ia ficando seu gênio e mais maldosa ela se tornava, mas ainda assim conseguiu me fazer rir e ter empatia pelo seu casamento triste e solitário, bem como me comoveu com o amor que ela sentia por Maha (seu filho), tentando desesperadamente salvá-lo.

IMG EMPRESS KI 171

Bayan

É o comandante da guarda imperial de Yuan. É um guerreiro, sendo assim, parece estar sempre precisando de um soberano em quem possa se inspirar e seguir. E, por isso, a lealdade dele meio que muda um pouco assim demais.

IMG EMPRESS KI 172Tal Tal

Nhoooooon! Tal Tal é sobrinho de Bayan. Inteligente, leal e racional, no começo do drama jamais me passou pela minha cabeça que eu iria gostar TANTO desse personagem e ele acabou se tornando um dos meus preferidos! Ele e o Imperador foram os únicos personagens que não me decepcionaram em momento nenhum e que me fizeram sempre ter por quem torcer. Amo! Amo! Amo!

TRIÂNGULO AMOROSO

Que triângulo amoroso difícil! Não por eu não saber qual o meu shipp (Team Imperador forever!) ou por me importar se o Rei ia levar um fora (bleeh), mas pela própria Ki não parecer saber de quem ela gostava ou, pior, não ter direito de escolha.

Como eu já disse, não consigo dissociar o paralelo de que Wang Yoo representa Goryeo e o Imperador, Yuan. E quanto mais Ki se aproxima de um, mais se distancia do outro. Ao se tornar concubina do Imperador, Ki estava fazendo sua escolha e infelizmente não era guiada por amor, mas por vingança.

Ao mesmo tempo que Ki é uma personagem maravilhosa por ser enigmática, foi difícil acompanhar suas motivações. E, por isso, foi difícil entender o que o Imperador significava pra ela. Ora ela dizia que queria o bem de Goryeo, ora dizia que faria de tudo por Yuan, parecia gostar do Imperador, mas era incapaz de respeitar as vontades dele. Em um certo momento, no plot do dinheiro, ela disse ao eunuco e à criada que estava apenas usando o Imperador para o bem de Goryeo. Episódios depois ela o protege da Imperatriz Dowager e de Bayan.

E era por conta dessa dualidade da personagem que, enquanto eu assistia o drama, eu tinha certeza de que ela não amava o Imperador verdadeiramente e que ele era apenas um meio para que ela conseguisse o que queria.

Pra mim o amor dela pelo Imperador parecia mais com um sentimento de cuidado cheio de afeto. Ela cuidava e se preocupava com ele, mas não o procurava para pedir conselhos, não confiava nele para contar seus problemas nem mesmo deixava de agir se sua ação fosse magoa-lo. Me dava a angústia ver quantas vezes mais ela iria manipula-lo para que pudesse alcançar seus objetivos. E isso me fez sentir uma raiva enorme dela em diversos momentos.

gif EMPRESS KI 29

gif EMPRESS KI 111

Já o Rei foi seu primeiro amor, foi por quem ela prometeu que lutaria, é o homem forte, corajoso, inteligente e honrado por quem ela se apaixonou perdidamente. O Imperador foi aquele que a traiu, que não parecia ter nada a lhe oferecer, mas que com o tempo mostrou que podia fazê-la feliz e dar a ela um lugar para chamar de lar. Ela ficou tocada com a gentileza do imperador e com a vida que construiu com ele, mas esse afeto não foi e não seria capaz de fazê-la desistir dos seus objetivos.

E eu estava me apegando forte a essa minha certeza, até que em um certo momento, Tal Tal fala a seguinte frase: “Você jamais faria mal ao Imperador, Ki”. Essa certeza do Tal Tal, que jamais errava nada, e a cena final me fizeram refletir e mudar um pouco minha opinião.

É verdade que se nenhuma dessas tragédias tivessem acontecido Ki jamais teria ficado com o Imperador. Ela casaria com o rei e seria bem feliz com ele. Mas… a vida a transformou numa pessoa diferente e é essa pessoa diferente que vira concubina do Imperador. Lady Ki não era a Nyang do relacionamento com o Rei e por isso não podemos esperar que elas agiriam da mesma maneira. Lady Ki era amargurada demais pra conseguir se deixar levar apenas pelos seus sentimentos como Nyang faria.

gif EMPRESS KI 21

Como decifrar Ki nunca é fácil, não consigo comparar seus dois amores e dizer qual ela amou mais. Inicialmente me parece ter sido o Rei, mas…talvez pra evitar fazer o Imperador sofrer ainda mais, prefiro me apegar ao fato de que não posso equiparar os dois (não dá pra medir amor!), e lembrar que, pelo menos nos anos finais, a Ki pareceu se devotar ao Imperador e o fez feliz. Na dúvida, prefiro acreditar que os dois se amaram e ponto.

Se ela falou, tá falado u.u

ONDE ASSISTIR?

Empress Ki tá disponível legendado no Meteor Dramas (precisa de cadastro).


Gente, eu sou completamente louca e acabei escrevendo um livro. Desculpem! Mas é que Empress Ki já virou meu novo amor. E é sempre tão bom falar do que a gente gosta. ❤

Mas se você não tiver lido nada, vou resumir tudo rapidinho: Se você gosta de sageuk, precisa assistir Empress Ki. Não se assuste com o número de episódios. Só vai.

Beijinhos.

Escrito por

Ama bichos, livros, filmes e séries. Viciou nos doramas e agora jura que vai morar no Japão. Não sabe bem o que quer fazer da vida, mas continua tentando descobrir.

12 comentários em “Empress Ki

  1. Adorei seu “resumão”, mas você não comentou do fim, 😦
    Que pra mim foi uma decepção total em Empress Ki, 51 episódios com um enredo super atrativo e emocionante, pra terminar do jeito que foi? Eu esperava pelo menos um final feliz.

    Curtir

    1. Fiquei com medo de quem não assistir, ficar chateado hehehe
      Eu chorei muito muito muito naquele final. Mas não achei ruim. Achei um final triste, mas bonito, sabe? Pq pelo menos eles tiveram alguns anos felizes e ele mostrou até o final o quanto ela tinha transformado-o num rei e numa pessoa dedicada e capaz de tudo por quem ama T-T

      OBS: me deu até vontade de rever agora

      Curtir

  2. A sua resenha foi a melhor q encontrei em toda internet, eu até assisti o 1 cap mas nao continuei, embora goste muito de mocinhas fortes, mas ela faz o imperador sofrer muito, então parei, muito obrigada pela sua resenha.

    Curtir

    1. Ela… hum… a Ki é muito enigmática. Então acho que ela o amou, mas ao mesmo tempo era imbatível quando se tratava de perseguir seus objetivos T-T
      De qualquer forma, vale muuuuito a pena assistir, sabe.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s