Introverted boss

Introverted Boss foi um k-drama cheio de controvérsias.

Quando foi anunciado, eu entrei em festa e fiquei super ansiosa. Estávamos falando de Yeon Woo Jin como male lead, em um drama da tvN, com o diretor Song Hyun Sook e a roteirista Joo Hwa Mi! Ou seja, mesmo ator, mesma emissora e mesmo dupla de diretor/roteirista de Marriage, not dating. Com certeza viria Marriage, not dating 2 coisa boa por aí!

Os quatro primeiros episódios receberam muitas reclamações do público. Tantas, que a tvN lançou uma nota dizendo que iria reescrever partes do roteiro e regravar algumas cenas. Não sei exatamente o que mudaram, mas é verdade que do 5º episódio em diante os protagonistas pareciam mais acertados e o drama realmente melhorou.

Ainda assim, talvez por conta desse problema ou pelas altas expectativas, acabei me decepcionando um pouco. E vou tentar explicar aqui por que.

Ficha técnica

img MY SHY BOSS 3

 

Título: Introverted boss
Título alternativo: My shy Boss
Rede de TV: tvN
Ano de transmissão: 2017
Gênero: romance / comédia
Capítulos: 16
Cast principal:
Yeon Woo Jin como Eun Hwan Ki
Park Hye Soo como Chae Ro Woon
Yoon Park como Kwang Woon II
.

Sinopse

Eun Hwan Ki é CEO de uma empresa de relações públicas, a PR Brain. Por ser muito tímido, não possui um bom relacionamento com seus funcionários, que o acham frio e arrogante. Kwang Woon II, o CEO fake, é exatamente o seu oposto e tem uma boa relação com todos. Chae Ro Woon é uma jovem bastante expansiva que foi contratada pela empresa e está determinada a descobrir o que o Hwan Ki parece estar escondendo.

PERSONAGENS

Eun Hwan Ki / Boss

O Boss! Excessivamente tímido e introvertido, é sempre mal interpretado pelas pessoas por conta da sua inabilidade em se comunicar. Em seus pensamentos, ele é fofo e atencioso, mas nunca consegue externar exatamente o que sente.

Devido a alguns problemas na empresa, ele fica responsável por gerenciar uma nova equipe, a Silent Monster, que é formada pelas funcionárias Chae Ro Woon, Kim Gyo Ri, Dang Yoo Hee e pelos Eom Sun Bong e Jang Se Jong.

Chae Ro Woon

Nosssa prota. Extrovertida e espontânea. Chae Ro Woon é irmã da ex-secretária do Boss, Chae Ji Hye, que se suicidou na empresa. Desconfiada de que Hwan Ki tem alguma parcela de culpa na morte da irmã, vira funcionária da empresa com o objetivo de se vingar.

Kwang Woon II

O amigo Falsiane do Boss. Comunicativo, confiante e ambicioso, é ele quem apresenta as ideias do Boss e leva todo o crédito por elas. Está noivo da irmã do Boss, Eun Yi Soo, mesmo não parecendo muito feliz com o relacionamento.

O QUE GOSTEI

1- O Boss

Ao contrário dos demais, o Boss me cativou desde o começo. E, mesmo que eu tenha algumas críticas com relação ao seu desenvolvimento, ele foi meu personagem preferido e o que mais gostei de acompanhar.

Ele era tímido, gentil, fofinho e protagonizou praticamente todas as cenas engraçadas do drama. Demorava séculos refletindo sobre o que fazer ou dizer e, quando decidia, se atrapalhava e causava um mal entendido.

2-Eun Yi Soo (irmã do Boss) / Kim Gyo Ri

gif MY SHY BOSS 4gif MY SHY BOSS 18

Eun Yi Soo, irmã do Boss, e Kim Gyo Ri, membro da Silent Monster, equipe do Boss, poderiam ter sido reduzidas a apenas mais duas personagens-rótulo: a namorada-psicótica-carente e a tímida-sem-confiança.

Mas, ao contrário disso, não se limitaram e foram as personagens que mais evoluíram. Inclusive, ao contrário do Boss, o crescimento delas foi devidamente demonstrado. Elas realmente vivenciaram situações em que tiveram que enfrentar seus medos e mudar.

3- O clima

A junção de:

  • gif MY SHY BOSS 20OST divertida e bem acertada,
  • opening bonitinha,
  • boa fotografia,
  • desenhinhos na tela pra representar o pensamento do Boss,
  • efeitos sonoros engraçadinhos,
  • e as caras e bocas do Yeon Woo Jin

…deixaram o clima leve e descontraído e o drama super agradável de acompanhar.

Além disso, tem um romance gostosinho com direito a cenas engraçadas e bonitinhas. Sem falar num beijão pra ninguém botar defeito!!! :O

img MY SHY BOSS 50

O QUE INCOMODOU

Muitas vezes, algo que nos faz gostar ou não de um dorama é a forma como ele é vendido e a expectativa que se tem dele. Por exemplo, vejo muita gente reclamando do k-drama Healer (#todaschora) e acho que isso acontece por ele se vender como um drama de ação/suspense quando na verdade é um romance com um pouco de ação.

E foi exatamente isso que aconteceu com Introverted Boss.

gif MY SHY BOSS 35

A história começa com uma mulher se atirando de cima de um prédio. No mínimo, isso cria na gente a expectativa de que teremos uma comédia romântica mais profunda com a abordagem de um tema mais sério e delicado, né não? Mas… não foi bem assim que aconteceu.

Simbora ver o que atrapalhou o andamento do drama.

1- A prota

Uma prota incomoda muita gente, duas protas incomodam, incomodam muito mais.

gif MY SHY BOSS 14

Eu sei. Eu sei. A ideia foi criar uma prota exageradamente extrovertida pra fazer contraste com um mocinho muito tímido e calado e pra ficar parecida com Joo Jang Mi, a prota de Marriage, not dating.gif MY SHY BOSS 31

Entretanto… mais do que extrovertida, Cha Ro Woon era efusiva, invasiva e completamente sem noção! Não sabia quando ficar calada, como se comportar no ambiente de trabalho ou na frente de um cliente e não respeitava o espaço dos outros, resumindo, inconveniente e irritante.

Sei que o roteiro não ajudou, mas me pareceu que Park Hye Soo não conseguiu se encaixar no papel logo de cara e, por isso, demorou um pouco pra sua personagem não parecer tão forçada.

SPOILERS ABAIXO

No episódio 4, a Silent Monster está resolvendo um caso. Chae Ro Woon pressiona demais o cliente e em meio a uma discussão ele dá um tapa no rosto dela. Ela então diz que é por isso que gosta dele (oi?), por que ele é direto (tapa = ser direto? Oi de novo?). Daí o Boss se pergunta: “O objetivo dela não era me destruir? Por que ela está se esforçando tanto?” Devo dizer que eu estou me fazendo essa mesma pergunta até agora. Afinal… qual a motivação da prota? Qual? Qual? Quaaaaal? Ela espalha informação sigilosa sobre a empresa, persegue o Boss e diz que quer vingança, mas se esforça pros projetos serem um sucesso e fica triste quando a apresentação dá errado. Isso tudo fez com que seus sentimentos e objetivos fossem bastante confusos pra mim. E não foi resultado da caracterização da personagem, visto que ela é descrita como alguém fácil de ler, mas pelo roteiro desorganizado mesmo.

Outro momento que eu fiquei “Queeeee?” é quando o pai dela vai ao escritório do Boss com um galão de gasolina. Daí ela volta pra casa com o pai, tem uma discussão emotiva sobre a morte da mãe e da irmã e, quando o pai a expulsa, ela chega super feliz no apt do Boss, pedindo pra passar a noite lá. Eu fiquei meio que: mas, gente… cadê o sentimento dela? Ela é um robozinho de alegria? Ou apenas virou uma daquelas mocinhas que só pensam no mocinho e nada mais? Fica aí o questionamento u.u

FIM DOS SPOILERS

2- O ambiente e a equipe de trabalho

gif MY SHY BOSS 46

Demorou d-e-m-a-i-s pra eu conseguir me apegar à equipe. A personalidade de cada um era bem pouco desenvolvida e eles não tinham muita química juntos. Não pareciam formar um grupo coeso, e sim apenas um monte de pessoas reunidas, entende?

Com o passar dos episódios, criei um carinho especial por todos eles e queria saber o que ia acontecer. Também achei que o entrosamento melhorou e as cenas em equipe se tornaram mais divertidas. Mas até isso acontecer… eu já tava ZZZzzzzZZzzzZZ

gif MY SHY BOSS 37

Outra coisa que não gostei, foi que o ambiente e o clima no office não eram verossímeis. Primeiro por que não existia um cenário de office, eram simplesmente 5 mesinhas dentro do apartamento do Boss. Segundo por que não havia uma rotina de trabalho. Poucas foram as cenas em que mostrava o dia-a-dia de um escritório, com funcionários trabalhando, alguns chegando/saindo, outros resolvendo algum problema, etc.

3- Os estereótipos

Deram tanta atenção e importância às características contrastantes do casal principal, que ela ficaram exageradas e os tornaram estereotipados. E isso fez com que tanto os personagens principais, quanto os secundários fossem encaixados em rótulos. Um exemplo disso são os três  citados abaixo.

O tímido:

img MY SHY BOSS 22

Principalmente nos quatro primeiros episódios, o Boss parecia mais um louco ermitão preso na torre de seu castelo do que necessariamente alguém com fobia social.

Pra quem aí também tem dificuldade de comunicação, sabe que isso não é sinônimo de usar um sobretudo preto, cobrindo o rosto e se esgueirando pelas portas. Pessoas com transtornos e fobias são muito mais do que isso.

Eu sei que a intenção foi exagerar nas características do Boss para torná-lo engraçado, mas acho que acabou restringindo a complexidade do personagem, que se viu quase reduzido a uma caricatura.

A extrovertida:

img MY SHY BOSS 6

Assim como o Boss, a prota também recebeu um rótulo e devo dizer que o dela foi ainda mais limitador. Pouco ou quase nenhum progresso aconteceu na personalidade dela ao longo do drama.

A mãe:

img MY SHY BOSS 13

Dang Yoo Hee possui dois filhos pequenos e é descrita pelos CEOs Kang e CEO Eun como uma funcionária que acolhe e cuida dos demais, faz massagem, dá conselhos e chega distribuindo pão.

Cuidado + carinho + conselhos + alimentar os outros = instinto maternal = rótulo de mãe! Pro roteiro, alguém que se dedica as pessoas é por que obrigatoriamente é uma (?) mãe. Pois é… sexista assim.

4- O suicídio

Confuso e com um desfecho polêmico.

SPOILERS, SPOILERS, SPOILERS

Talvez tenham tentado criar um obstáculo grande no romance do casal principal, mas devo dizer que falharam miseravelmente.

gif MY SHY BOSS 38

Mesmo quando a prota está decidida em vingar a morte da irmã, com pouco tempo desiste da ideia e já se apega ao Boss, completamente convencida de que ele é uma boa pessoa. Depois, quando descobre a verdade, o suicídio é rapidamente perdoado por ela e por seu pai. Ou seja, na prática, isso pouco atrapalhou o romance entre os dois.

Além disso, também não serviu para afastar o casal secundário. Eles já não se davam bem mesmo antes da tragédia e foi depois que eles conversam abertamente sobre o que aconteceu que se tornaram mais próximos.

E, por fim, o desenvolvimento do plot deixou uma grande dúvida: o suicídio foi coerente ou não com a trajetória de Ji Hye?

gif MY SHY BOSS 19

Ji Hye parecia uma pessoa COMPLETAMENTE sensata e equilibrada, então por que ela iria acabar com a própria vida por fatos que couberam em apenas alguns minutos de alguns episódios??

A primeira explicação para  o suicídio é o fora ela que levou do Falsiane. Quando pensei que seria apenas isso, já peguei um abuso enorme do plot! >T Como assim vão mostrar uma mulher independente, com uma família amorosa e um emprego estável dando fim à própria vida por causa de um caso de uma noite??? Me poupe, se poupe, nos poupe, dona Coréia!gif MY SHY BOSS 1

Apenas perto do final é que descobrimos a verdade. Ji Hye tinha um amor não correspondido pelo Boss!!!! E aí… apesar de ainda NÃO ser a explicação que eu gostaria, consegui pelo menos encontrar uma justificativa para o ato desesperado dela. Vejamos se consigo me fazer entender.

gif MY SHY BOSS 42

Ji Hye é descrita como a pessoa perfeita: esforçada, trabalhadora, paciente, carinhosa, boa filha, boa irmã, boa secretária, boa desenhista, boa em tudo… ufa! Uma pessoa que não costuma cometer falhas, certo? Então, em uma noite, comete o erro de ficar com o amigo do cara que ela gosta há séculos. E o pior! Houve toda uma discussão entre o cara que ela gosta e o que ela ficou! E nessa discussão Ji Hye foi tratada como se não valesse nada. E pra piorar ainda mais, a noiva é irmã do seu crush! E feriu a si mesma na frente dela! Pra alguém que parece ser perfeccionista como Ji Hye, errar é algo doloroso. E errar e ter os erros apontados na sua cara justamente por alguém que ela gosta… pode ter sido demais para aguentar. Com que cara ela iria trabalhar no outro dia? E, caso se demitisse ou fosse demitida, com que cara iria avisar à família?

Pode ainda não ser a explicação ideal (e eu acredito que não é!), mas ainda acho que remorso e culpa são motivos melhores para um ato de desespero do que um fora do crush.

FIM DOS SPOILERS

VEREDITO

Introverted Boss começou bagunçado e, mesmo com a revisão de roteiro, pareceu sofrer com isso.

Por isso, pra mim, conseguiu entreter, masfoi um drama totalmente esquecível.

Se você quiser assistir apenas uma comédia romântica divertida pode ver Introverted Boss numa boa. Caso queira algo mais profundo, melhor procurar outro drama.

gif MY SHY BOSS 36
Fechô?

ONDE ASSISTIR?

Introverted Boss / My Shy Boss  está disponível legendado no Dramafever e Kingdom Fansub (necessário cadastro).


E é isso. Cabô.

Beijinhos.

Anúncios

Escrito por

Ama bichos, livros, filmes e séries. Viciou nos doramas e agora jura que vai morar no Japão. Não sabe bem o que quer fazer da vida, mas continua tentando descobrir.

3 comentários em “Introverted boss

  1. Eu simplesmente amei Introverted Boss ><", para mim ele teve o mesmo feeling de "Another Miss Oh". Ao contrário de você, eu simplesmente adorei a protagonista e achei que ela também foi uma das que mais amadureceu durante o drama: mas talvez isso possa ser pelo fato de eu me ver um pouco nela, também sou a ovelha negra da minha família e a minha personalidade é bem parecida com a dela. heheehe! Uma das coisas que mais gostei aqui foi, definitivamente, o lar criado dentro da Silent Monster.. Todos ali eram pessoas que não tinham o reconhecimento que mereciam e ali encontraram o que procuravam. Amei ❤
    O fato desse drama lidar com tantos traumas foi algo que realmente me impressionou, já que fazia tempo que eu não via nada que falava de suicídio, ou pior, da doença da irmã do Boss.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Hehehehehe
      Eu também gostei dos temas abordados: suicídio e problemas psicológicos. Mas achei a maneira tão tão simples. Acho que só as cenas da irmã do Boss que conseguiram me comover, o resto achei tão estereotipado 😦
      E amei Miss Oh também! *___* E é o mesmo diretor!
      Enfim… gosto é gosto, né?

      Curtido por 1 pessoa

      1. Siim, adorei tua resenha! Talvez tenha sido mesmo muito simples a maneira como eles lidaram, não tinha pensado por esse lado ainda.. Só tinha levado em consideração o fato deles terem abordado.

        Curtir

Deixe uma resposta para Nath Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s